Os impactos do cadastro positivo
Serasa Experian e Acrefi abordam o que deve mudar no sistema financeiro 08/05/2019 01:29
A Serasa Experian e a Acrefi, Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento, promovem, amanhã (09), em São Paulo, um evento para falar sobre o "Cadastro Positivo no Sistema Financeiro Nacional". O evento também poderá ser acompanhado, ao vivo, pela internet.

A Lei Complementar nº 166/19, sancionada em abril, permite a inclusão automática de consumidores e empresas no Cadastro Positivo. De acordo com estudo da Serasa Experian, feito a partir de simulações baseadas em modelos estatísticos de score, o sistema poderá beneficiar cerca de 137 milhões de brasileiros - 88,5% da população adulta -, gerando uma injeção da ordem de R$ 1,3 trilhão na economia do País. Ainda de acordo com os dados, 2,5 milhões de micros, pequenas e médias empresas brasileiras passarão a ter acesso ao crédito no país.

"A aprovação do Cadastro Positivo é uma vitória para toda a sociedade brasileira. Este sistema de referência internacional é a melhor forma de entender o comportamento financeiro do consumidor e promover o crescimento sustentável do mercado de crédito", diz o presidente da Serasa Experian e Experian América Latina, José Luiz Rossi.

O presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (ACREFI), Hilgo Gonçalves, estima que nos próximos dois ou três anos - após a implantação do Cadastro Positivo - haverá um crescimento na relação Crédito x PIB, saindo dos atuais 47% para algo próximo de 70% a 80%. "A aprovação do Cadastro Positivo é um passo muito importante no aumento de competitividade no Sistema Financeiro Nacional (SFN), redução de taxas de juros, inclusão no mercado de crédito de cidadãos e pequenos empresários. Isso impacta na melhora da experiência no relacionamento entre clientes e instituições financeiras", diz Hilgo.

Hilgo projeta que o PIB deve alcançar 1,4%, inflação 3,70% e a Selic poderá ser menor - em torno entre 6,0% e 5,5% - com a aprovação de uma reforma da Previdência consistente.  "O crédito recursos livres para pessoa física cresceu 5,2% em 2017, 11,3% em 2018 e estimamos um crescimento nominal de 9% em 2019. O Crédito Recursos Livres para Pessoa Física, ligado ao Consumo e Liquidez das Famílias, continuará liderando a expansão", avalia.

Serviço
Data: 09 de maio
Horário: das 8h30 ‪às 11h
Local: Renaissance Hotel - Al Santos, 2233 - São Paulo/SP
Matérias Relacionadas

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Mais Lidas
Evolução pautada pelo cliente
Wilson Justo
Sorocred
exibições: 5983
00:12:26
Reconhecimento bem-vindo
Wilson Justo
Sorocred
exibições: 6962
00:03:21
Total de vídeos: » 1.174
http://www.portalcreditoecobranca.com.br