Paschoalotto automatiza sistemas
Além de reduzir custos, implementação agiliza processos e ganha em previsibilidade 22/08/2019 02:13
A Paschoalotto precisava de uma solução que a auxiliasse a automatizar e reestruturar os processos internos. Isso porque a companhia tem 102 clientes e uma base de dados de quase 60 milhões de pessoas, fazendo mais de 1 milhão de contatos por dia e 22 milhões por mês. Além desse volume de dados em excesso, quando um novo cliente chegava à empresa, todo o sistema era criado pelos próprios funcionários, o que os impedia de aceitar novas demandas por um tempo ou demandasse a terceirização dos serviços. Diante desses desafios, ela recorreu à VMware para ajudar na automação dos sistemas.

Com a solução de mobilidade, a criação de novos ambientes foi reduzida de 40 dias para dois dias, dando agilidade e, consequentemente, mitigando os erros e diminuindo o tempo de resposta, além de agilizar também a prospecção de novos clientes. Com a parceria, a empresa conseguiu absorver mais empresas, crescer para novos nichos, sem precisar gastar com mão de obra de terceiros, gerando economia de 30%.

Eles ganharam também uma visibilidade de todo o sistema, conseguindo saber se alguma máquina vai falhar ou se vai haver aumento de demanda a ponto de precisarem de mais computadores, podendo fazer esse planejamento com um ano de antecedência. Além disso, antes, para extrair uma informação, era preciso passar por três camadas de bloqueio, mas hoje para ter acesso basta apenas entrar no sistema da VMware. Isso melhorou a performance de processamento e reduziu o tempo de resposta. Além disso, como tudo passava pelo firewall principal, antes precisavam de 90 mil conexões de rede e hoje 40 mil são suficientes.

Com isso, os técnicos passaram a se dedicar a atividades mais complexas e estratégicas, possibilitando que a companhia desenvolvesse soluções inovadoras. "A VMware foi uma peça fundamental para desenvolvermos novas plataformas de pagamento que expõem menos o cliente, os deixando mais confortáveis para renegociarem suas dívidas. Desde que começamos a implementar estes projetos, temos visto um retorno muito interessante das pessoas, que se sentem menos intimidadas negociando com máquinas, por exemplo", afirma Eric Garmes, sócio fundador da Paschoalotto.

Ainda de acordo com Garmes, sem as soluções, eles não conseguiriam implementar as ferramentas de inovação - ou gastariam muito mais do que gastavam, tanto em tempo quanto financeiro. "Além das soluções da VMware serem escaláveis, elas nos possibilitaram criar ambientes de testes antes de colocarmos o serviço em prática", completa. Dentre estas plataformas está o Pagou Fácil que foi criado no ambiente da VMware. Nos picos de todo mês - como dia cinco que é data de pagamento - o número de acessos simultâneos aumenta e a escalabilidade que a solução da VMware traz é essencial para garantir a disponibilidade do portal.

Toda a adesão foi feita com o apoio do time de professional services da VMware, que estudou as reais necessidades do cliente e como as soluções se encaixavam melhor. O projeto foi desenhado em conjunto com a área comercial e com o setor técnico. "A gente fez um roadmap junto com a VMware para implementação dos produtos e conseguimos ver qual deles ajudaria mais ao nosso cliente. Isto só foi possível por causa do alinhamento entre os benefícios das soluções da VMware e as necessidades da Paschoalotto", finaliza Eric.
Matérias Relacionadas

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Mais Lidas
As diferenças globais
Pedro Quintas
Collab
exibições: 1464
00:07:08
Desenvolvimento global
Pedro Rodrigues
Collab
exibições: 1181
00:07:26
Total de vídeos: » 1.200
http://www.portalcreditoecobranca.com.br